Semusb intensifica fiscalização para garantir que servidores utilizem EPI e possam trabalhar em segurança

Compartilhe agora

A Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), atua em diversas frentes para garantir a limpeza e bem-estar da população. São centenas de servidores espalhados nos três turnos do dia, recolhendo resíduos, limpando praças, ruas e avenidas, feiras, cemitérios, galerias, desobstruindo o sistema de drenagem que é tomado por lixo (descartado pela própria população) e ainda se dedicam ao paisagismo, irrigação dos canteiros centrais e revitalização das praças da cidade. A demanda é grande e só é possível avançar devido ao empenho das equipes.

E para garantir a segurança de todos os trabalhadores, a Semusb oferece treinamento e disponibiliza a eles Equipamentos de Proteção Individual (EPI) modernos e com garantia de qualidade. São botinas, luvas de látex, luvas PVC cano longo, luvas pigmentadas, óculos de segurança, protetor auricular, protetor solar, touca árabe, máscaras descartáveis, colete refletivo e capa de chuva.

Só no ano passado, a Semusb investiu R$196.453,89 em itens para segurança dos servidores. “Todos eles receberam seus EPI’s e assinaram termo acusando o recebimento, como também, o devido treinamento e orientação sobre a obrigatoriedade do uso. Os servidores que não utilizam os equipamentos podem sofrer sanção disciplinar, combinado com a NR-1 e NR-6, da Portaria 3.214/78. Porém, o mais importante é a segurança deles”, esclareceu Wellem Prestes, subsecretário da Semusb.

Apesar de treinamentos, orientações diárias e ações para conscientização sobre o uso dos EPI’s ainda existem servidores que acabam negligenciando essa obrigação, que tem como principal objetivo, reduzir ao máximo, as chances de acidentes.

Fiscalização

Na tentativa de ampliar a fiscalização e, consequentemente, garantir que todos os trabalhadores estejam utilizando seus itens de segurança, a Semusb criou uma comissão específica que está se deslocando diariamente até as frentes de serviços, realizando vistorias e notificações para posterior responsabilização. “Reforço que esse trabalho tem o único objetivo de garantir que nossas equipes estejam seguras. E aqueles servidores que por algum motivo estiverem sem seu EPI, ou porque perdeu, está precário, danificado ou não cabe mais, que nos procure imediatamente”, convocou o secretário.

Comdecom


Compartilhe agora

Comentários