SALVE-SE QUEM PUDER – Seis deputados de RO votam a favor para que ricos comprem vacinas no Brasil

Compartilhe agora

364 – Nesta última terça-feira (6), a Câmara dos deputados federais aprovou por 317 votos favoráveis e 120 contrários, o Projeto de Lei texto-base da proposta que permite às empresas a compra de vacinas contra a Covid-19.

Essa proposta é considerada por grande parte da população como uma aberração que irá validar a discrepância social, garantindo acesso à imunização mais fácil para quem tem dinheiro.

Uma das vozes contrária à essa proposta é o governador da Bahia, Rui Pimenta (PT), que afirmou que esse problema não resolve de forma alguma o problema do povo e que trará o sentimento de que o dinheiro vale a Ciência.

“A compra de vacinas por empresas não resolve o problema do povo. É a ciência quem define a prioridade na vacinação, e não o dinheiro. Não é hora de aprofundar desigualdades entre ricos e pobres. Não podemos admitir a ideia do salve-se quem puder. A vacina é do SUS e para o povo!”, afirmou o governador baiano em sua conta no Twitter.

Entre os oito deputados federais da bancada do estado de Rondônia, apenas dois votaram contra o projeto, Dr. Mauro Nazif (PSB) e Expedito Netto (PSD).

Votaram a favor do projeto os deputados Coronel Chrisóstomo (PSL), Jaqueline Cassol (PP), Léo Moraes (PODEMOS), Mariana Carvalho (PSDB) e Silvia Cristina (PDT). O deputado Lúcio Mosquini (MDB) ausentou-se de mais uma votação.

Agora o projeto segue no Congresso Nacional para análise dos senadores.

Fonte: Brasil364


Compartilhe agora