Home / Brasil / Onda de renovação impõe derrota no PT ao deputado Lazinho, Padre Ton e Roberto Sobrinho nos maiores municípios
Últimas Notícias

Onda de renovação impõe derrota no PT ao deputado Lazinho, Padre Ton e Roberto Sobrinho nos maiores municípios

Compartilhe agora

Na votação realizada no último domingo (08) para composição dos diretórios municipais, Estadual e Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), no chamado PED (processo de eleição direta), o grupo que atualmente controla o PT com mãos de ferro sofreu uma dura derrota nos maiores municípios do Estado. Considerando apenas o eixo da BR-364, mais Rolim de Moura e Guajará, a chapa apoiada pelo deputado Lazinho da Fetagro, pelo atual presidente estadual da legenda Padre Ton e o ex-prefeito Roberto Sobrinho, obteve 368 votos, enquanto que a chapa apoiada, principalmente, por sindicalistas e lideranças do movimento social obteve 433 votos.

A chapa da atual cúpula do PT tem como candidato indicado para presidente o ex-deputado federal, ex-secretário da agricultura e ex-presidente do IDARON Anselmo de Jesus. Já a chapa apoiada pelo movimento sindical e social, bem como pelas forças políticas internas Construindo um Novo Brasil (CNB), liderada pelo sindicalista João Anselmo e Articulação Rondônia, liderada pela ex-senadora Fátima Cleide, tem como candidato o filiado Ernani Coelho de Porto Velho.

Ernani Coelho e Anselmo de Jesus protagonizam uma disputa acirrada pela presidência estadual do PT em Rondônia

A escolha do novo presidente será no Congresso do partido a ser realizado em 19 e 20 de outubro.
Em termos percentuais, considerando-se apenas a votação nos onze maiores munícipios, da BR-364 mais Rolim e Guajará, Anselmo obteve 46% dos votos, enquanto Ernani Coelho, que não contou com a enorme estrutura de um gabinete de deputado, com assessores e um grande número de municípios, além de uma poderosa maquina partidária, obteve 54% dos votos dos grandes municípios. Tal fato, aliado à derrota do candidato da cúpula do PT na Capital, que perdeu a reeleição por 203 a 200 votos, demonstra que há um enorme desejo de renovação na base partido do PT.

É importante esclarecer que no total geral do Estado, considerando todos os municípios, estes números praticamente se invertem, mas o peso disso é quase que exclusivamente para definir a composição dos demais cargos do Diretório Estadual. Para presidente a disputa está totalmente em aberto, já que os delegados, de acordo com o artigo 39 do Regulamento do PED, terão o voto secreto. Neste cenário, em que pese uma aparente ligeira vantagem de Anselmo de Jesus, o sentimento de renovação aponta para grandes chances de eleição do candidato que não tem nenhuma ligação com a atual cúpula que vem controlando o PT já por longos anos.

Fonte: Brasil364.


Compartilhe agora

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*