Mariana Carvalho, Expedito Neto, Jaqueline Cassol, Mauro Nazif e Silvia Cristina votam pela prisão de Daniel Silveira

Compartilhe agora

A Câmara dos Deputados decidiu manter a prisão em flagrante e sem fiança do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), detido desde terça-feira (16) no âmbito de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga notícias falsas (fake news), calúnias, ameaças e infrações contra o tribunal e seus membros. A decisão foi transformada em resolução promulgada na própria sessão.

Foram 364 votos a favor do parecer da relatora pela Comissão de Constituição e Justiça, deputada Magda Mofatto (PL-GO), que recomendou a manutenção da prisão considerando “gravíssimas” as acusações imputadas ao parlamentar. Foram 130 votos contra e 3 abstenções. De Rondônia, votaram a favor de Daniel Silveira: Léo Moraes (Podemos), coronel Chrisóstomo (PSL) e Lúcio Mosquini (MDB).

Mariana Carvalho (PSDB), Expedito Neto (PSD), Jaqueline Cassol (PP), Mauro Nazif (PSB) e Silvia Cristina (PDT) votaram pela prisão de Daniel Silveira.

Fonte: Agência Câmara de Notícias com Informações de Brasil364


Compartilhe agora