Hildon Chaves pode perder mandato após promessa não cumprida de vacinação

Compartilhe agora

364 – A frustração da população portovelhense com a possível não chegada das 400 mil doses de vacinas prometidas pelo prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), podem gerar consequências graves a sua gestão.


Informações obtidas com exclusividade pelo Portal Brasil 364, dão conta de que um grupo formado por sete vereadores já elaboraram um eventual processo de impeachment contra Chaves.

Marcelo Thomé é o “grande” articulador das supostas 400 mil doses da vacina Oxford/Astrazeneca

De acordo com esses vereadores, a confirmação de Chaves de que as 400 mil doses da vacina Astrazeneca/Oxford chegariam ainda no mês de abril pode valer como prova de que o prefeito de Porto Velho mentiu a sua população.

Pois, de acordo com Chaves, em pronunciamento concedido à imprensa no dia 12 de março desse ano, as doses chegariam a Porto Velho até o dia 25 de Abril.

Porém em pronunciamento na Câmara de Vereadores, nesta última terça-feira (13), o prefeito de Porto Velho afirmou que ainda não havia qualquer confirmação do Pool de empresas que, supostamente, havia negociado e confirmado a venda das doses para capital de Rondônia.

E não se trata de ‘torcer contra’, muito pelo contrário, eu torço, e muito, para que todos em Porto Velho sejam imunizados, estou cansado de ver amigos morrendo todos os dias por conta da doença. https://brasil364.com.br/astrazeneca-confirma-a-painel-politico-que-nao-vendeu-vacinas-para-porto-velho-tampouco-autorizou-grupo-de-investidores-a-vender/

De acordo com alcaide, esse Pool de empresas ainda irá confirmar a negociação com o município e após essa confirmação ainda terá o prazo de 45 dias para o envio da carga para a capital de Rondônia.

E não se trata de ‘torcer contra’, muito pelo contrário, eu torço, e muito, para que todos em Porto Velho sejam imunizados, estou cansado de ver amigos morrendo todos os dias por conta da doença. https://brasil364.com.br/astrazeneca-confirma-a-painel-politico-que-nao-vendeu-vacinas-para-porto-velho-tampouco-autorizou-grupo-de-investidores-a-vender/

De acordo com esses sete vereadores, a confirmação da venda sequer existe, o que indica a mentira do prefeito à população de Porto Velho.

Caso as doses não cheguem em 10 dias, Chaves terá de se explicar, não só a sua população, mas também ao Legislativo, se mentiu ou não.

Com a possibilidade da perda de seu mandato por crime de improbidade administrativa.

Enquanto isso, não há vagas em leitos hospitalares para atender pacientes infectados pela covid-19 em Porto Velho, que é uma das últimas capitais no ranking da imunização.

Os vereadores contam com o apoio da sociedade na responsabilização de Hildon Chaves pelas suas palavras proferidas.

Fonte: Brasil364


Compartilhe agora