Fernando Máximo cogitou abandonar a SESAU, após a negligência de alguns rondonienses

Compartilhe agora

PORTO VELHO- Uma informação de bastidores informa que o secretário de Saúde de Rondônia, Fernando Máximo, estaria de malas prontas para deixar a pasta há duas semanas. Segundo a fonte que não quer ser identificada, Máximo já pediu as contas várias vezes porque não está aguentando mais a pressão de empresário, MP, TCE e de apoiadores do presidente contrários ao lockdown, medida necessária para conter o avanço do vírus.

“Ninguém ouve ele”, disse a fonte, quando Máximo diz que o vírus está fora de controle e que a única forma seria decretar o lockdown geral em todo o Estado. “O problema são os salvadores da economia”, disse a fonte, “que não ouve o secretário, autoridade máxima no assunto”. O secretário tem se mostrado exausto. Nos vídeos, ele transmite ansiedade e tristeza.

Fonte: MaisRO


Compartilhe agora