Em plena pandemia funcionários da prefeitura de Porto Velho não estão conseguindo utilizar o IPAM assistência médica

Compartilhe agora

Funcionários Públicos, ativos e inativos, do município de Porto Velho não estão conseguindo utilizar o plano de saúde (Ipam) devido à falta de pagamento. De acordo com informações de servidores do quadro permanente, as clínicas estão ligando e desmarcando consultas pré-agendadas porque a prefeitura não está repassando o dinheiro.

“Eu pagava nos meses anteriores R$ 390 reais, agora o desconto aumentou e foi para R$ 594. É uma aumento considerável de cerca de 40% para não atender nossa necessidade”, esclarece o servidor.
Outro funcionário relata que ligaram para sua esposa cancelando a consulta pelo mesmo motivo, falta de pagamentos.

Em plena pandemia, é inadmissível que os funcionários, inclusive os da linha de frente, fiquem sem atendimento por falta de verba. Atualmente os servidores pagam 9% em cima do vencimento e 15% de elemento moderador caso utilize algum serviço.

Fonte: O Madeira


Compartilhe agora