Home / Brasil / Cristiane Lopes faz cópia de Plano de Governo de candidato de Roraima e retira a palavra “Diversidade” para não ferir os evangélicos
Últimas Notícias

Cristiane Lopes faz cópia de Plano de Governo de candidato de Roraima e retira a palavra “Diversidade” para não ferir os evangélicos

Compartilhe agora

A candidata do PP à Prefeitura de Porto Velho, a vereadora Cristiane Lopes, fez uma cópia seletiva do Plano de Governo do candidato vencedor das eleições do município de São Luiz, no interior de Roraima, James Moreira. Ela apresentou o texto, obrigatório no ato do registro de candidatura, ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para constar no programa de divulgação pública no dia 26 de setembro e retificou o plágio à Corte no dia 1º de outubro. O candidato do interior de Roraima apresentou suas propostas à Justiça Eleitoral no dia 17 de setembro, 9 dias antes de Cristiane requerer o registro do “plano cópia” ao TRE.


A vereadora e candidata do PP deu “Ctrl C” e “Ctrl” V nas principais diretrizes de James Batista e usou a mesma classificação de eixos para suas metas, excluindo algumas que não condizem com a doutrina pregada por ela nos cultos. Até o preâmbulo do Plano de Governo a candidata Cristiane Lopes não teve o trabalho de alterar. Copiou “ipsis litteris” cada palavra, embora São Luiz tenha uma grande diferença de Porto Velho visto já no início da narrativa de ambos os planos usados nesta campanha.


“São Luiz chega a 2020 com uma população de cerca de 7.957 mil habitantes e frente a grandes desafios para se consolidar como eixo de desenvolvimento do Norte do Brasil”. Veja o mesmo texto usado por Cristiane, mas trocado apenas o nome da cidade: “Porto Velho chega a 2020 com uma população de cerca de 500 mil habitantes e frente a grandes desafios para se consolidar como eixo de desenvolvimento no Norte do Brasil”. Uma diferença abissal de 492 mil habitantes separam a realidade de Porto Velho e a pequena São Luiz em Roraima.

O primeiro corte seletivo do Plano de Governo de Cristiane acontece na definição dos objetivos. Enquanto o candidato de São Luiz explica que sua ideia é fazer uma administração participativa, planejada e eficiente, contribuindo para melhoria da qualidade de vida, o desenvolvimento sustentável e a construção de uma cultura de cidadania e paz, buscando o avanço de São Luiz, a candidata do PP suprime a frase “sempre buscando um avanço para São Luiz” por “sempre com Porto Velho no coração”.

Metas de São Luiz são as mesmas para Porto Velho

A partir dos objetivos, o candidato de São Luiz tem suas propostas copiadas por Cristiane no Eixo Social (Educação, Cultura, Saúde, Esporte, Lazer e Segurança Pública), Eixo Urbano, Eixo Econômico, Eixo Meio Ambiente e Eixo Gestão. “A gestão 2021-2024 do James Batista se guiará pelos seguintes princípios”, elencando 8 metas. Cristiane copia os mesmos dizeres: “A gestão 2021-2024 de Cristiane Lopes se guiará pelos seguintes princípios”. Nesse momento ela corta 3 das metas de James, inserindo apenas as 5 que a interessa e tem a ver com a realidade de Porto Velho.

Diversidade é suprimida para não ferir doutrina

Na página dedicada a Educação, o candidato de São Luiz inclui a “valorização da diversidade social”, tema que Cristiane Lopes corta do seu Plano de Governo por defender a ideologia fundamentalista. O candidato plagiado de São Luiz deu importância ao assunto porque entende que o ensinamento ao respeito ao semelhante deve ser feito desde os primeiros anos de escolaridade, combatendo o preconceito de qualquer tipo e principalmente o racismo. Já Cristiane preferiu omitir a pauta, apagando a meta do candidato que ela copiou, por entender que poderia prejudicar seu relacionamento com a igreja na qual se afiança para ganhar votos nestas eleições.
No tema Saúde, Cristiane se apropria mais uma vez dos projetos do candidato de São Luiz, desde o simples ao mais complexo. Ela diz, por exemplo, que vai implantar o Saúde Bucal, mesma meta almejada pelo seu colega do interior de Roraima. Mas quando fala da Saúde da criança e da gestante, ela introduz a Maternidade Mãe Esperança para tentar convencer que o Plano de Governo foi feito para Porto Velho e não para a cidade com menos de 8 mil habitantes.
Cristiane, além de copiar ideias para uma cidade completamente diferente de Porto Velho, também desconhece a complexa rede de atendimento da Capital. Ela copia a meta de “informatização das unidades de saúde” e a implantação do PDCA, ferramenta de avaliação utilizada pela gestão pública e que Porto Velho já possui.
No tópico infraestrutura, novamente Cristiane copia até o prêambulo do plano do outro candidato. Veja o que diz James Batista sobre São Luiz: “o eixo urbano da administração municipal buscará promover a qualidade de vida e a eficiência dos espaços e equipamentos urbanos, recuperando o prazer de viver em São Luiz”. Agora veja o que diz Cristiane Lopes: “O eixo urbano da administração municipal buscará promover a qualidade de vida e a eficiência dos espaços públicos e equipamentos urbanos, recuperando o prazer de viver em Porto Velho”. Ela trocou apenas o nome da cidade e postou uma imagem sua no asfalto recém construído pela atual gestão.
A candidata do PP também copiou as mesmas propostas do candidato de São Luiz para fomentar a economia local e gerar emprego e renda. Ela quer fomentar o agronegócio, atrair indústrias, apoio aos produtores locais, mesmo plano de James Batista, mas com uma grande diferença: São Luiz tem menos de 9 mil habitantes e Porto Velho 500 mil.
Cristiane usou cerca de 70% das metas do candidato do interior de Roraima para apresentar à sociedade seu Plano de Governo. Qualquer pessoa pode conferir e comparar os dois planos no sistema de divulgação de candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral. As informações são públicas.

Diversidade é suprimida para não ferir doutrina

Na página dedicada a Educação, o candidato de São Luiz inclui a “valorização da diversidade social”, tema que Cristiane Lopes corta do seu Plano de Governo por defender a ideologia fundamentalista. O candidato plagiado de São Luiz deu importância ao assunto porque entende que o ensinamento ao respeito ao semelhante deve ser feito desde os primeiros anos de escolaridade, combatendo o preconceito de qualquer tipo e principalmente o racismo. Já Cristiane preferiu omitir a pauta, apagando a meta do candidato que ela copiou, por entender que poderia prejudicar seu relacionamento com a igreja na qual se afiança para ganhar votos nestas eleições.
No tema Saúde, Cristiane se apropria mais uma vez dos projetos do candidato de São Luiz, desde o simples ao mais complexo. Ela diz, por exemplo, que vai implantar o Saúde Bucal, mesma meta almejada pelo seu colega do interior de Roraima. Mas quando fala da Saúde da criança e da gestante, ela introduz a Maternidade Mãe Esperança para tentar convencer que o Plano de Governo foi feito para Porto Velho e não para a cidade com menos de 8 mil habitantes.
Cristiane, além de copiar ideias para uma cidade completamente diferente de Porto Velho, também desconhece a complexa rede de atendimento da Capital. Ela copia a meta de “informatização das unidades de saúde” e a implantação do PDCA, ferramenta de avaliação utilizada pela gestão pública e que Porto Velho já possui.
No tópico infraestrutura, novamente Cristiane copia até o prêambulo do plano do outro candidato. Veja o que diz James Batista sobre São Luiz: “o eixo urbano da administração municipal buscará promover a qualidade de vida e a eficiência dos espaços e equipamentos urbanos, recuperando o prazer de viver em São Luiz”. Agora veja o que diz Cristiane Lopes: “O eixo urbano da administração municipal buscará promover a qualidade de vida e a eficiência dos espaços públicos e equipamentos urbanos, recuperando o prazer de viver em Porto Velho”. Ela trocou apenas o nome da cidade e postou uma imagem sua no asfalto recém construído pela atual gestão.
A candidata do PP também copiou as mesmas propostas do candidato de São Luiz para fomentar a economia local e gerar emprego e renda. Ela quer fomentar o agronegócio, atrair indústrias, apoio aos produtores locais, mesmo plano de James Batista, mas com uma grande diferença: São Luiz tem menos de 9 mil habitantes e Porto Velho 500 mil.
Cristiane usou cerca de 70% das metas do candidato do interior de Roraima para apresentar à sociedade seu Plano de Governo. Qualquer pessoa pode conferir e comparar os dois planos no sistema de divulgação de candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral. As informações são públicas.

Fonte: Rondoniagora


Compartilhe agora

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*