Conheçam os deputados estaduais que representariam Porto Velho se o sistema eleitoral fosse o DISTRITÃO;

Compartilhe agora

Diferentemente do sistema norte americano, o Brasil adotou o sistema proporcional para os cargos de vereador, deputado estadual e federal.

No sistema “DISTRITÃO”, os candidatos mais votados seriam os eleitos, e não haveria mais os chamados “puxadores de votos”, ou seja aquele candidato bem votado que ajuda a eleger outros candidatos menos votados na coligação.

A Constituição da República Federativa do Brasil de 1989, adotou o pluripartidarismo político como princípio norteador nas disputa aos cargos proporcionais, onde diferentemente do sistema majoritário a vaga do eleito pertence ao partido e não ao indivíduo.

Pois bem, se o sistema eleitoral brasileiro distribuíssem as vagas de acordo com a densidade populacional de cada região, nesse sentido Porto Velho faria jus a 8 vagas na ALE/RO ou seja um terço do parlamento seria ocupado por representantes da capital.

Os eleitos e representantes de Porto Velho no parlamento estadual “ALE/RO”, seriam esses citados na matéria, tudo por onde de votação, vale lembrar que dos nomes citados metade não foram eleitos devido suas respectivas coligações. Vale ressaltar que todos os citados na matéria alcançaram a cláusula de barreira ou cláusula de desempenho que representa os 10% do quociente eleitoral, conforme a exigência na mine reforma eleitoral de 2015.

Assim sendo o ex deputado estadual Jesuíno Boabaid (PMN), continuaria 1º suplente, com uma única diferença aos invés de ser suplente dos deputados Dr.Neidson (PMN) e Geraldo da Rondônia (PSC), Boabaid seria suplente de 8 deputados estaduais da capital.

Conheçam o desempenho de cada um na capital do Estado de Rondônia.

1º Aelcio da TV (PP) 9.111 votos
2º Williames Pimentel (MDB) 8.518 votos
3º Alexs Palitot (PTB) 8.050 votos
4º Marcelo Cruz (PTB) 7.164 votos
5º Alex Silva (PRB) 6.144 votos
6º Alan Queiroz (PSDB) 5.578 votos
7º Ribamar Araújo (PR) 5.065 votos
8º Anderson Pereira (PROS) 4.979 votos

Fonte: Brasil364/SamuelCosta


Compartilhe agora

Comentários