Home / Brasil / Arnaldo Antunes e Tony Belotto repudiam uso de sua música por bolsonaristas
Últimas Notícias

Arnaldo Antunes e Tony Belotto repudiam uso de sua música por bolsonaristas

Compartilhe agora

Os dois divulgaram vídeos na terça-feira de carnaval e mostraram indignação pelo uso de ‘O Pulso’ para convocação de ato contra a democracia

O músico Arnaldo Antunes divulgou um vídeo para informar que irá acionar a Justiça contra o uso da música O Pulso, composta por ele quando ainda era dos Titãs, para a divulgação de um ato contra o congresso Nacional e pró-Bolsonaro marcado para o dia 15 de março.

Nas redes da banda, Tony Bellotto, parceiro de Antunes, também aparece em um vídeo dizendo que repudia a motivação da campanha e também que não autorizou o uso da música.

“É muito revoltante ver uma criação minha sendo usada contra todos os meus princípios. Já estamos acionando judicialmente”, disse Arnaldo, no vídeo divulgado na terça-feira 25 em suas redes sociais.

“Estou interrompendo meu feriado de carnaval para gravar esse depoimento indignado porque acabei de ver que a música O Pulso, de minha autoria com o Marcelo Fromer e o Tony Belotto, foi usada num post no perfil de Instagram do Olavo de Carvalho”, disse o compositor. “Eu queria dizer que esse uso é indevido, não autorizado e vai contra tudo aquilo que eu prezo, defendo e acredito”, disse o músico.


No vídeo de Arnaldo Antunes, o músico sai em defesa do Congresso e do STF. “Creio que as instituições como o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal preservam aquilo que nos resta ainda de democracia e elas têm que ser defendidas”, disse.

A banda Titãs também manifestou o seu repúdio ao uso indevido de sua música. “Os Titãs manifestam seu repúdio ao uso da música ‘O pulso’ numa propaganda de apoio ao atual governo e de ataque às instituições democráticas”, diz um trecho da nota divulgada pela banda numa rede social.

Fonte: ahoradopovo


Compartilhe agora

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*